Governo do Distrito Federal

Crianças do DF recebem presentes de Natal

Brinquedos arrecadados durante campanha do Mês da Criança serão doados a entidades cadastradas no Banco de Alimentos da Ceasa

A criançada do Distrito Federal terá mais uma alegria neste final de ano. A Secretaria de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude (Secriança) arrecadou, com o auxílio de diversos parceiros do governo e da sociedade civil, cerca de 23 mil brinquedos que serão destinados a crianças de todo o DF. As doações foram feitas como parte da Campanha do Mês da Criança, que tinha como mote “Direito de Ser Criança, Direito de Ser Feliz” e é mais uma ação do programa Criança Candanga. Do total, cerca de 17 mil serão entregues às 145 entidades assistenciais cadastradas no Banco de Alimentos da Central de Abastecimento do Distrito Federal (Ceasa), atingindo 23.980 crianças. A doação acontece nesta quarta-feira, 13, a partir das 13h no Banco de Alimentos.

Outros 3 mil brinquedos foram entregues à Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso (Funap) para que sejam recuperados ou reciclados. Os outros 3 mil brinquedos foram distribuídos entre os 40 Conselhos Tutelares, o Sistema Socioeducativo e o Centro Integrado 18 de Maio, que possui brinquedoteca.

 

Os brinquedos foram arrecadados em vários pontos do DF, como nos batalhões da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, nas administrações regionais, nos conselhos Tutelares, na Emater, na Ceasa, nas estações do Metrô, nos ônibus das viações TCB, Pioneira e, nos grupos dos Escoteiros do Brasil, na Federação Espírita Brasileira (FEB) e no Centro Educacional Infantil Le Petit Galois. Também foram parceiros da iniciativa as Secretarias de Agricultura, Esporte, Turismo e Lazer, Justiça, Cultura, Mobilidade e Cidades, Economia e Desenvolvimento Sustentável, a Caesb, a Ceb, o Der, o Detran a Agefis, a Codeplan, a Terracap, a Codhab, a Adasa, o Arquivo Público, o Detran, o Jardim Botânico, a Policia Civil (DPCA) e a Casa Militar.

Para o secretário de Políticas para Crianças, Adolescentes e Juventude, Aurélio Araújo, os brinquedos são uma parte essencial da garantia de um desenvolvimento completo para as crianças. “É no ato lúdico da brincadeira que se exercita a imaginação, a construção de histórias e outros cenários que desenvolvem a criatividade da criança. É preciso lembrar que o ato de brincar é um direito”, explica Araújo.

O secretário destaca, ainda, a importância da parceria para o sucesso da campanha, que em 2016 arrecadou 17 mil brinquedos. “Quando sociedade e governo se unem para atuar em prol de um objetivo, este é o resultado. A campanha mostrou a força da mobilização de todos os entes envolvidos, o que amplia e fortalece as parcerias da Rede de Proteção à Infância. Só podemos agradecer aos doadores, empresas parceiras, servidores e voluntários que tiveram todo um cuidado em fazer esta doação de um brinquedo que este ano contou com um número muito grande de brinquedos novos e em bom estado de conservação”, celebra Aurélio Araújo.

Para a subsecretária de Promoção de Políticas para Crianças e Adolescentes, Perla Ribeiro, “A campanha foi importante na questão de mobilizar a sociedade para uma melhor promoção dos direitos das crianças, na medida em que estes brinquedos vão ser utilizados por entidades que trabalham com crianças e adolescentes criando espaços lúdicos”, conclui.

Antes da entrega ao Banco de Alimentos os brinquedos passaram por duas triagens: uma feita pelos grupos de escoteiros da cidade, liderados pelos Escoteiros do Brasil, e outra pelo grupo de Bombeiros Mirins.

Criança Candanga - Governo de Brasília

Governo do Distrito Federal